"Tudo o que precisamos são 20 segundos de coragem insana"

Benjamin Mee

Busca no Planeta Maebee:

Usuário:
Senha:

IP do cliente:
54.162.166.214
 



POSTs mais antigos:

Junho de 2016
Julho de 2015
Junho de 2015
Maio de 2015
Abril de 2015
Março de 2015
Fevereiro de 2015
Janeiro de 2015
Dezembro de 2014
Novembro de 2014
Outubro de 2014
Setembro de 2014
Agosto de 2014
Julho de 2014
Junho de 2014
Maio de 2014
Abril de 2014
Março de 2014
Fevereiro de 2014
Janeiro de 2014
Dezembro de 2013
Novembro de 2013
Outubro de 2013
Setembro de 2013
Agosto de 2013
Julho de 2013
Junho de 2013
Maio de 2013
Abril de 2013
Março de 2013
Fevereiro de 2013
Janeiro de 2013
Dezembro de 2012
Novembro de 2012
Outubro de 2012
Setembro de 2012
Agosto de 2012
Julho de 2012
Junho de 2012
Maio de 2012
Março de 2012
Janeiro de 2012
Dezembro de 2011
Novembro de 2011
Outubro de 2011
Setembro de 2011
Agosto de 2011
Junho de 2011
Maio de 2011
Fevereiro de 2011
Agosto de 2009
Julho de 2009
Junho de 2009
Maio de 2009
Abril de 2009
Fevereiro de 2009
Janeiro de 2009
Setembro de 2008
Julho de 2007
Junho de 2007
Maio de 2007
Abril de 2007
Março de 2007
Fevereiro de 2007
Janeiro de 2007
Dezembro de 2006
Novembro de 2006
Outubro de 2006
Setembro de 2006
Agosto de 2006
Julho de 2006



31 de Março de 2007

Zélia Duncan - Quase Sem Querer (Renato Russo, Dado Villa Lobos e Negrete)
Tenho andado distraído / Impaciente e indeciso / E ainda estou confuso / Só que agora é diferente / Estou tão tranquilo / E tão contente / Quantas chances / Desperdicei / Quando o que eu mais queria / Era provar pra todo o mundo / Que eu não precisava / Provar nada p'ra ninguém / Me fiz em mil pedaços / P'ra você juntar / E queria sempre achar / Explicação p'ro que eu sentia / Como um anjo caído / Fiz questão de esquecer / Que mentir p'ra si mesmo / É sempre a pior mentira / Mas não sou mais / Tão criança a ponto de saber tudo / Já não me preocupo / Se eu não sei porquê / Às vezes o que eu vejo / Quase ninguém vê / E eu sei que você sabe / Quase sem querer / Que eu vejo o mesmo que você / Tão correto e tão bonito / O infinito é realmente / Um dos deuses mais lindos / Sei que às vezes uso / Palavras repetidas / Mas quais são as palavras / Que nunca são ditas? / Me disseram que você / Estava chorando / E foi então que percebi / Como lhe quero tanto / Já não me preocupo / Se eu não sei porquê / Às vezes o que eu vejo / Quase ninguém vê / E eu sei que você sabe / Quase sem querer / Que eu quero o mesmo que você...

Exibir outros POSTs com o tema de: músicas





30 de Março de 2007

Recentemente, no meu flog, publiquei um texto de Edson Marques, que circulava pela internet erroneamente creditado à Clarice Linspector (Post de 11 de março de 2007).
Acredito que muita gente tenha recebido o e-mail e tenha acreditado ser uma publicação da renomada autora. Eu mesmo acreditei, até ser alertado pelo Edson, por e-mail.
Não é dificil que um bom texto circule na internet com autoria trocada, pois parece que a obra só ganha credibilidade quando é escrito por alguém muito famoso. Besteira pura, mas realidade: é o que normalmente acontece.
Para o Edson ainda foi pior. Na campanha publicitária dos 25 anos da FIAT, gerida pela Leo Burnett com custo de R$ 8 milhões, o texto foi usado sem autorização e, pasmem, os herdeiros de Clarice Linspector embolsaram U$ 50.000 da montadora italiana.
O processo foi longo e arrastou-se por anos, mas o autor terminou vitorioso. Quem quiser ler mais sobre o assuto, pode consultar o Blog do caso. No mínimo, dá pra ter uma noção de como funciona a justiça. Quando funciona (www.mude.blogspot.com.br).
Parabéns Edson! Aqui se faz, aqui se paga.

Exibir outros POSTs com o tema de: histórias da vida





28 de Março de 2007

Para nós, atletas, existem expressões que, dependendo da resposta, elevam ou rebaixam sua qualidade esportiva. Lembro que durante a minha transição dos juniores para a equipe principal, eram perguntas constantemente ouvidas: "Já atravessou o atlântico"? "Jogou com quem"? Expressões típicas, algumas delas poliesportivas. A expressão "já fez gol no Morumbi", por exemplo, é própria do futebol.
Já diz aquela música, quem nunca quis ser um jogador de futebol? Eu mesmo, já pensei um milhão de vezes. Se tivesse trilhado o mesmo caminho que fiz no hóquei, embora nunca tenha sido um grande jogador, talvez teria jogado na Europa, ido pra seleção, quem sabe, ter feito muito dinheiro.
E nunca me imaginei pisando no Morumbi, lotado. Mas, ironia do destino, um dia estava lá.
É impressionante como se ouve bem cada voz que grita da arquibancada, seja um palavrão ou um incentivo. E eu lá, arrumando a bola na marca do pênalti, a meta logo em frente. Dei uns passinhos pra trás, mão na cintura, típico de matador.
Não posso dizer quantos segundos demorou aquilo tudo, mas procurei ser rápido. Poucos passos, um chute e o gol. Gol de pênalti, num dos maiores do mundo.
A promoção acabou, o segundo tempo ia começar, fui saindo feliz da vida do campo. O prometido prêmio da LG nem veio: "já é uma honra você estar pisando no Morumbi", disse o promoter picareta. Tem coisas que duram segundos mas ficam marcadas pra sempre na nossa memória.
Você já fez gol no Morumbi? Eu já!

Exibir outros POSTs com o tema de: histórias da vida





26 de Março de 2007

Caetano Veloso - O Leãozinho
Gosto muito de te ver leãozinho / caminhando sob o sol / gosto muito de você leãozinho / para desentristecer leãozinho / o meu coração tão só / basta eu encontrar você no caminho / e um filhote de leão raio da manhã / arrastando o meu olhar como um ímã / e o meu coração é o sol pai de toda cor / quando ele lhe doura a pele ao leão / gosto de ficar no sol leãozinho / de te ver entrar no mar / tua pele tua luz tua juba / gosto de ficar no sol leãozinho / de molhar minha juba / de estar perto de você e entrar no mar / e um filhote de leão raio da manhã / arrastando o meu olhar como um imã / e o meu coração é o sol pai de toda cor / quando ele lhe doura a pele ao leão / gosto de ficar no sol leãzinho / de te ver entrar no mar / tua pele tua luz tua juba / gosto de ficar no sol leãozinho / de molhar minha juba / de estar perto de você e entrar no mar...

Aniversário da Terê


Exibir outros POSTs com o tema de: músicas





23 de Março de 2007

Uma boa máquina e um coração pulsante... Campos do Jordão, um lugar lindo... um minuto de artista... inspiração divina... o som do bondinho chegando... cabeça a mil... Foto de wallpaper! Quem disse que não posso ser o que quiser?

Foto de 26 de maio de 2006


Exibir outros POSTs com o tema de: histórias da vida





15 de Março de 2007

Eu sempre soube das minhas qualidades de artista. Quando pequeno, já levava umas boas palmadas por rabiscar a parede. Quem sabe não tenha ceifado ali um Pablo Picasso que podia nascer dentro de mim?
Mas a liberdade de expressão, essa sim, importantíssima, parece que sempre esteve encrustrado dentro do meu coração. Polêmico, às vezes, já até fui advertido, inúmeras vezes, por entidades internacionais... mas sigo dizendo a verdade, doa a quem doer.
Já pintei quadro, já desenhei na aula, já fiz gibi, já escrevi livro, já costurei meus próprios bonecos da Marvel... Já fiz tanta coisa!
Mas hoje em dia me vejo mais voltado pra internet, aonde podemos expressar todas nossas idéias a um custo quase insignificante... Aliás, esse foi o chavão que usei neste site durante muito tempo... E espero mais outro tanto!
Viva a liberdade de expressão, de imprensa de e opnião! Ninguém tem de concordar com o outro, mas, no mínimo, tem de ter respeito pela opinião alheia. Assim, ainda construiremos um mundo cada dia melhor.

Exibir outros POSTs com o tema de: histórias da vida





11 de Março de 2007

Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa. Mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua. Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, observando com atenção os lugares por onde você passa.
Mude por uns tempos o estilo das roupas. Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira para passear livremente na praia ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos. Veja o mundo de outras perspectivas. Abra as gavetas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama. Assista outros programas de tv, compre outros jornais... leia outros livros, Viva outros romances. Não faça do hábito um estilo de vida. Ame a novidade!
Durma mais tarde. Durma mais cedo. Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas cores, novas delícias. Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome outro tipo de bebida compre pão em outra padaria. Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice- versa.
Escolha outro mercado... outra marca de sabonete, outro creme dental... tome banho em novos horários. Use canetas de outras cores. Vá passear em outros lugares. Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escreva outras poesias. Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus. Mude! Lembre-se de que a Vida é uma só.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as. Seja criativo. E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino. Experimente coisas novas. Troque novamente. Mude, de novo. Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores do que as já conhecidas, mas não é isso o que importa. O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia. Só o que está morto não muda!
A salvação é pelo risco, sem o qual a vida não vale a pena!!!!

Edson Marques, editado


Exibir outros POSTs com o tema de: educação moral e civismo





10 de Março de 2007

E já noticiou a VEJA que o seriado HEROES é o novo LOST.
HEROES é uma série dramática, criada por Tim Kring, que estreou na NBC no dia 25 de Setembro de 2006. Conta a história de pessoas comuns que descobrem ter poderes especiais, tais como telepatia, capacidade de regeneração, etc. Conectados oportunamente, tem como missão evitar a destruição do planeta e salvar a humanidade.
A série segue o estilo das histórias em quadradinhos americanas, com acontecimentos que se desenvolvem em mais de um episódio, e é exibida pelo Universal Channel às sextas, 21 horas (Os 2 primeiros episódios já foram exibidos).
É claro que, para os aficcionados, sempre é possivel acompanhar a série quase que em tempo real nas noites de segunda-feira no canal americano NBC; pra isso também serve o Mirc, razão de eu já estar vendo o 18o episódio... ;)

Exibir outros POSTs com o tema de: opinião





07 de Março de 2007

Não espere um sorriso pra ser gentil...
Não espere ser amado para amar...
Não espere ficar sozinho, para reconhecer o valor de quem está ao seu lado...
Não espere ficar de luto, para reconhecer quem hoje é importante para você...
Não espere o melhor emprego para começar a trabalhar...
Não espere a queda para lembrar-se do conselho...
Não espere a enfermidade, para reconhecer quão é frágil a vida...
Não espere ter dinheiro aos montes, para então contribuir...
Não espere por pessoas perfeitas, para então se apaixonar...
Não espere a mágoa para pedir perdão...
Não espere a separação para buscar a reconciliação...
Não espere elogios para acreditar em sim mesmo...
Não espere a dor para acreditar em Oração...
Não espere o dia da sua morte, pra começar a viver... Viva, HOJE!

Ju, pelo orkut


Exibir outros POSTs com o tema de: mensagens





04 de Março de 2007

...Palmeiras afundou o Corinthians após vencer o clássico por 3 a 0, neste domingo, no Morumbi, com grande atuação de Edmundo (autor de dois gols) e Valdivia...

Eu bem sei que Edmundo não é exemplo pra ninguém, mas vê-lo amadurecer a cada ano (se é que isso é possível) é uma grata experiência.
Quando eu era pequeno, torcia à loucura pelo Palmeiras. ia aos jogos, vestia a camisa. Pra mim, ser Palmeirense estava acima da religião, da lógica e da razão.
Época de vacas gordas (leia-se Parmalat) e o grito de campeão preso por anos despejado pela voz do impagável José Silvério, em 1993. Evair, Edmundo, Edilson, César Sampaio, Zinho, Roberto Carlos, Velloso... não existem palavras de saudosismo!
Mas minha ida pra Portuguesa depois da decepção com a diretoria do clube, mostrou quão tênue é a linha entre o amor e ódio. Odiar o verdão era mais que obrigação! E a Lusinha, nova paixão, chegou até as finais do Brasileiro de 1996...
E então, como Edmundo, a vida nos ensina muito mais coisas. Ensina que futebol é a maravilha que é, e que o bom é pra ser admirado. E veio a máquina tricolor com o insubstituível Luis Fabiano.... o Porto com o indiscutível Deco... e tantos outros...
Embora já não tenha o mesmo coração alvi-verde de outros tempos, ainda vejo batê-lo, lá no fundo, ao ver o animal, e só ele, empenhado em fazer brilhar o manto verde-palestrino. Contra o Corinthians, então, melhor ainda.

Exibir outros POSTs com o tema de: histórias da vida





03 de Março de 2007

Se você está cansado de trabalhar, Lembre-se daquele que perdeu o emprego.
Se você reclama de uma comida mal feita, Lembre-se daquele que morre faminto...
Se está triste porque perdeu seu amor, Lembre-se de quem não teve amor para perder.
Se o seu sonho foi desfeito, Lembre-se daquele que vive em constante pesadelo.
Se você anda aborrecido, Lembre-se daquele que espera um sorriso seu.
Porque se você teve Um amor para perder, um trabalho para cansar, um sonho desfeito, uma tristeza para sentir, uma comida para reclamar... Lembre-se de agadecer a Deus! Porque existem muitos que dariam tudo para ficar no seu lugar...

Exibir outros POSTs com o tema de: educação moral e civismo


 




 
Marcelo Martins de Albuquerque - ©1997-2014 Todos os direitos Reservados